Análise das equipes da segunda etapa da LCS 2021

Hoje, dia 4 de junho de 2021, começam as partidas válidas pela League of Legends Championship Series – a LCS. Se você quer saber as mudanças nas rosters, o nosso power-ranking e as expectativas para o split, chegou ao lugar certo.


Começando pelos campeões, a C9 vem com praticamente toda a line up igual ao do Split anterior, com apenas uma mudança. O jovem bot laner australiano K1ng recebeu uma promoção, e disputará a LCS ao lado de Fudge, Blaber, Perkz e Vulcan, enquanto Zven tentará provar seu nível e valor no Academy, ao lado de jovens e promissores talentos. A segunda mudança não foi de jogadores: Reignover não será mais o head coach da equipe, e a partir desse Split, Mithy será o técnico principal.


A 100 Thieves, que conseguiu um quarto lugar no Spring Split, recebeu um ou dois upgrades consideráveis no roster. A chegada do mid laner ex-Schalke, Abbedagge, e do ex-Cloud9, Reapered , é uma promessa aos fãs: esse time quer um título, e no mínimo representar a região no Worlds.

A FlyQuest surpreende ao fazer o menos esperado: não haverão mudanças. A organização apostou em jogadores jovens, e mesmo após o oitavo lugar, aparentemente os dará mais um voto de confiança nesse Split.

A Immortals, tal qual a FlyQuest, também não realizou mudanças para esse Split. A aposta em talentos nativos e da Oceania, somada à experiência do caçador Xerxe, faz a equipe parecer promissora – mas longe de seu auge.

CLG - Roster, Members and Stats - LoL Esportspedia Wiki

Há muito tempo a CLG não mostra um nível de competição bom – pelo menos não consistentemente. Mas para esse Split eles terão a line up completa desde o início: Finn, Broxah, Pobelter, WildTurtle e Smoothie. A preocupação com essa line up é a falta de um grande carry, mas dá para se esperar que ao menos peguem playoff’s.

A Dignitas, após um inesperado quinto lugar na primeira etapa, manterá a line up intacta para a segunda. Vale lembrar que é a única equipe com 5 jogadores residentes da região, sendo o bot laner Neo (principal carry da equipe) o único estrangeiro.

Após amargar o quarto (ou seria quinto?) último lugar de sua história durante o período de franquias, a Golden Guardians fez algumas mudanças em sua line up. Solo entrará como titular na top lane e o jovem Chime será o suporte principal da equipe, desbancando o argentino Newbie, movido para a divisão Academy junto de Niles.

A Evil Geniuses conseguiu um anticlimático sexto lugar contra a TSM no Split passado. A única troca da equipe, que vinha com Impact, Svenskeren, Jiizuke e IgNar, é na posição de bot laner: Danny entrará no lugar de Deftly.

A Team Liquid, após a derrota na final do Mid-Season Showdown, não realizou mudança alguma na line up. Alphari, Santorin, Jensen, Tactical e CoreJJ ainda formam a segunda melhor equipe da liga, e por uma partida não levantaram o caneco esse ano. Um time perigoso.

A TSM, ou melhor dizendo, TSM FTX não teve nenhuma grande mudança na line up para o segundo Split, mas a quantidade de letras aumentou. Leia mais sobre a mudança no naming rights aqui: (https://www.nytimes.com/2021/06/04/sports/esports-name-change-tsm-ftx.html).

A partida de abertura será entre TSM e Team Liquid, e começará a partir das 19h no horário de Brasília, já com os jogadores e a equipe de casting no estúdio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s